Subterrâneo do Cinema
24 de Janeiro de 2008

Brutti , Sporchi e Cattivi " (1976 - 115m )


SINOPSE

Festival Cannes 1976
Vencedor do Prémio para
Melhor Realização


Vencedor do prémio para melhor realização no Festival Cannes de 1978, FEIOS, PORCOS E MAUS é um dos melhores filmes do realizador Ettore Scola (Um Dia Inesquecível) e, provavelmente, o mais conhecido de sua autoria entre o público Português.
Esta obra prima, elevada ao estatuto de filme de culto, é apresentada em versão restaurada e remasterizada no formato Widescreen Anamórfico e conta com Nino Manfredi (1921-2004), a estrela da commedia all'italiana " entre os anos 60 e 70, num dos papéis mais emblemáticos da sua carreira.
Giacinto Mazzatella (Nino Manfredi ), um ex-operário que recebeu um milhão de liras de indemnização após ter perdido um olho num acidente de trabalho, mora com a esposa, os dez filhos e vários parentes, numa barraca de um bairro degradado da periferia de Roma. Movido pelo egoísmo e pela avareza, esconde o dinheiro que recebeu do seguro e, com medo que alguém o roube, dorme abraçado a uma caçadeira obrigando os outros (mais de 20) a comer, dormir e fazer sexo na mesma divisão da barraca. A situação complica-se quando Giacinto leva para 'casa' uma prostituta e começa a gastar o dinheiro comprando-lhe presentes.

Neo-realismo, sarcasmo, sátira trágico-cómica , com ritmos cruelmente grotescos, "Feios, Porcos e Maus" releva as condições degradantes da vida humana num retrato ímpar da miséria, egoísmo, mentira, promiscuidade, traição, incesto e violência.
No entanto, julgo que Ettore Scola não culpabiliza ninguém individualmente, pois os traços da personalidade das personagens são claramente influenciados pelo meio onde nasceram e cresceram.
Para mim a personagem de maior importância no filme é uma menina altamente responsável e discreta que cuida dos mais novas do bairro, mas que termina o filme grávida demonstrando desta forma que a sua vida é marcada pelo meio onde vive.


REALIZADOR
Ettore Scola

INTÉRPRETES
Nino Manfredi , Francesco Anniballi , Linda Moretti , Maria Bosco, Giselda Castrini , Alfredo D'Ippolito , Marclla Michelangeli , Zoe Incrocci , Giancarlo Fanelli .

publicado por subterraneodaliberdade às 22:49 link do post
08 de Janeiro de 2008

 

 

Este filme de Sergio Leone é de longe o mais ambicioso, esteticamente forte e com uma influência visual, nunca antes vista num Western. O Bom, O Mau e o Vilão, é um filme repleto de acção e tiroteios num misto de mito e realismo. Clint Eastwood regressa no papel do invencível "Homem Sem Nome", desta vez num bando de mais dois pistoleiros (Lee Van Cleef e Eli Wallach) para procurarem uma fortuna em ouro roubado. Mas o espírito de equipa não está muito presente nestes fora-da-lei de convicções fortes, e eles depressa descobrem que o seu maior desafio vai ser manterem-se atentos - e ficarem vivos - num país devastado pela guerra. Dentro de um estilo único e vibrante de acção nunca antes visto e desde então nunca igualado. O Bom, O Mau e o Vilão inova o Western com o verdadeiro estilo de Clint Eastwood!

 

 

 

 

Tributo a Sergio Leone

 

 

 

publicado por subterraneodaliberdade às 23:07 link do post
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
blogs SAPO